segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Mudar e Transformar


Pensei em escrever algo que demonstrasse minha gratidão por Deus, contudo seria ainda pouco pelo tamanho amor que sinto por ele, sempre pedir ao Senhor para mudar determinadas coisas em minha vida, ao ficar olhando meu Celular pela manhã, vi uma foto de uma borboleta LINDA, nossa!!!! que transformação maravilhosa (só o Senhor que faz isso) e desta maneira fui levada para o conceito de mudar e transformar, eu mudo uma mesa de lugar, mas no momento que eu quiser que ela volte para aquele lugar, posso fazer com que isso aconteça, já transformação é diferente, pois jamais poderemos fazer voltar a sua primeira aparência algo transformado, porque ele perde a sua originalidade.

A transformação de Deus, nos leva ao crescimento, tudo ao seu determinado tempo (TEMPO DE DEUS), “A borboleta ainda enquanto lagarta tem que viver e obedecer ao seu tempo, pois se ela sair do casulo antes do tempo determinado, ela morrerá e não saberá o prazer de voar e me ensina outra lição ao passar por este processo de transformação, que acredito ser dolorido inicialmente e para viver tão pouco, contudo dificilmente desistem, porque o que lhes aguarda é belo demais”.

Desejo a continuidade do bom em sua vida e renovo naquilo em que não acertamos e principalmente sensibilidade ao Espirito Santo. Obrigada irmãos, amigos e companheiros do ano de 2012 e seja Bem vindo e abençoado 2013.

Ebenezaide Bispo

sábado, 22 de dezembro de 2012

PÉ NA ESTRADA PRA JUTUBA

PÉ NA ESTRADA é o tema deste ano do Ministério de Kings Kids, foi neste ministério onde comecei e aprender muita coisa daquilo que hoje vivo, de lá que veio todo esse amor por missões (mais informações sobre: www.kingskids.com.br), a base para este tema está no texto de Mateus 28.18-20: “Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até a consumação do século.

Segundo Hélio Espínola Jr. (Xuxu), líder nacional deste ministério, e que contribuiu muito com minha vida: “Acreditamos que é tempo de levantar uma nova geração de missionários que irão por todo o mundo anunciando e vivendo o evangelho de uma forma criativa e eficaz!”.

É incrível a ligação que sempre os temas de kings kids fazem com a minha vida, em 2005 o tema foi “Atitude”, esse foi o ano que fiz minha primeira campanha de kings kids, embora já tenha feito outros acampamentos, neste ano tive a Atitude de sair da minha zona de conforto e começar um grupo rede na igreja Assembleia de Deus da José Bonifacio no Guamá. Em 2006 o Tema foi “Na Linha de Frente”, o enfoque em Guerra Espiritual, foi quando o Senhor trouxe muita coisa nova sobre intercessão e batalha espiritual, senti pela primeira vez um peso espiritual entre outras coisas.

2007 foi o tema “É hora de falar” foi um tema marcante, se antes eu já amava missões foi aí que decidi: quero ser missionário! Também ficou marcado no meu coração a parte da canção e do versículo de Romanos 10.14: “como ouvirão se não há quem pregue”. E em meio a isso veio a música: “Belém pra Jesus”. 2008 o tema “Viva a Verdade” me confrontou, eu já sabia meu chamado, mas ainda não vivia ele; entrei no projeto ARCA (Associação de Recuperação de Crianças e Adolescentes), onde passei quase um ano trabalhando lá com moradores de rua; comecei a MILO (Missões Locais), grupo de missões em minha igreja.

Em 2009 o tema foi “Escolhidos”, através desse tema Deus me mostrou que eu havia sido escolhido e enviado por Ele. Foi quando larguei tudo e fui ser missionário em Tribos Indígenas. Depois,“Triunfo” esse foi o tema de 2010, esse foi um ano em que tive vitoria atrás de vitoria, comecei a namorar a minha esposa e pra quem conheceu nossa história sabe do quê estou falando, também começamos a discutir a criação de uma ONG e começamos o Impacto de Carnaval que hoje é considerado tradicional no Templo Central da Assembleia de Deus.

Em 2011, o Senhor literalmente me disse “Mostra tua cara”, foi o ano que mais expus em minha igreja, o ano já começou com agente transformando o Impacto de Carnaval em um retiro preparatório com pratico no carnaval, ouvimos do Senhor o nome deste ministério “Nação Belém”, saiu do papel projetos como a “Escola de Missões Nação Belém”. Finalmente 2012 “Conectados Nele”, neste ano fui minha Consagração a Pastor, atuei como Vice-Pastor da Missão jovem da Assembleia de Deus, e casei, fazem 22 dias.

Este tema de 2013 é exatamente o que estou vivendo, estou deixando tudo no Templo Central e colocando o “Pé na Estrada” pra Jutuba, uma Ilha que pertence a Belém, mas exatamente ao distrito de Outeiro, fica a 1 hora de Barco saindo da orla de Icoaraci, é uma comunidade que tem apenas 30 famílias e cerca de 100 habitantes, a única igreja que existe hoje lá é a Igreja Católica, estou indo começar lá a Assembleia de Deus.

Dia 20 de Janeiro é minha posse na igreja. Tenho um grande orgulho de afirmar que sou pastou de uma comunidade ribeirinha. Estou apenas executando o que aprendi em kings kids, cumprindo a palavra de Cristo citada pelo Xuxu acima. Vamos geração é hora de colocar o “Pé na Estrada”! 

Pr. Rodrygo Gonçalves
Pastor da Assembleia de Deus de Jutuba

domingo, 2 de dezembro de 2012

Formatura da Escola de Lideres


Mais uma escola teminada, no dia 24 de Novembro realizamos a formatura, foi imenso prazer ver mais uma missão cumprida e pessoas abençoada com o enriquecimento da palavra de Deus. Está não foi oficialmente uma escola do Ministério Nação Belém, embora eu estar cordenando com a equipe sendo toda nossa. 


Esse escola durou 4 meses com inicio dia 11 de agosto a 17 de novembro, com 44 horas aula e 10 hora de atividade comprementar, e a atividade comprementar foi o livro Cura e edificação do Lider, do Coty. Alem do livro, foi ministrado os seguintes temas:Tempo com Deus; Caráter de Cristo; Identidade; Chamado e Ministério / Dons e Habilidades; Aconselhamento; Estudo da Bíblia - Método Indutivo; Processos Administrativo; Batalha Espiritual; Cosmovisão; Pastorear X Administrar.

Devido ao suceso dessa escola, no ano que vem ela estará incluida no Ministério Nação Belém, sé mais um de nossas escolas.
Pr. Rodrygo Gonçalves
Pastor  coordenador da Escola de Lideres - Templo Central

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Síndrome do “EU”

A autolatria, ou a síndrome de Lúcifer, também tem devastado o ministério de milhões de líderes. Esta é uma das piores doenças que está infectando a liderança evangélica. 

Não se pode negar que há líder que só sabe dizer o tempo todo: “Eu sou”, “eu penso”, “eu faço”, “eu desejo”, “eu determino”, “eu”, “eu”, “eu”... Jesus Cristo dificilmente aparece; o “eu”, contudo, está sempre em evidência. 

Esta não foi uma das causas da queda de Lúcifer? Ele caiu por: 1) falta de autocontrole, de domínio próprio: “Elevou-se o teu coração” (Ez 28.17); 2) autodivinização e valorização demasiada de suas qualidades: “(...) por causa da tua formosura” (v. 17); 3) arrogância insana: “Eu sou Deus” (28. 2); 4) motivação e plano errado: “(...) sobre a cadeira de Deus me assento” (28. 2); “(...) Eu subirei ao céu, e, acima das estrelas de Deus, exaltarei o meu trono (...) serei semelhante ao Altíssimo” (Is 14. 13,14); 5) desvirtuamento de sua potencialidade: “corrompeste a tua sabedoria” (Ez 28. 17); 6) traição: espalhou a discórdia no céu: “(...) levou após si a terça parte das estrelas” (Ap 12. 4). 

O líder cristão, se não quiser ter o mesmo fim de Lúcifer, deve reconhecer que o termo monos importante no grupo é o “eu”. Precisa aprender a ser humilde e empregar o termo “nos”! Não é a individualidade que faz diferença; não é o singular; é o plural, é o coletivo, é o todo, é a equipe, é o “nós”! O “eu” só é bem-vindo na confissão de João batista: “convém que Ele cresça e que eu diminua” (Jo 3. 30). 

Pr. Rodrygo Gonçalves

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Projeto Jutuba (Comunicado)

O Ministério Nação Belém apresenta um novo desafio, talvez o maior de todos os desafios até hoje, o “Projeto Jutuba”.  


Jutuba é uma Ilha que pertence a Belém, mas exatamente ao distrito de Outeiro, fica a 1 hora de Barco saindo da orla de Icoaraci, é uma comunidade que tem apenas 30 famílias e cerca de 100 habitantes. A única igreja que existe hoje lá é a Igreja Católica.

Até um tempo atrás também tinha a assembléia de Deus que devido a algumas circunstâncias fechou suas portas, e hoje tem lá apenas o templo que já esta com a madeira apodrecida, e os nossos irmãos que tentaram permanecer se congregando tinham que atravessar uma ponte que está nas mesmas circunstâncias da igreja, hora se anda na ponte, hora se anda na lama, não tem como se congregar.

No dia 29 de outubro de 2011, fomos até a ilha com os alunos da Escola de Missões Nação Belém, a guerra espiritual foi muito grande, ao ponto de pessoas ficarem doente na véspera de ir e de pessoas terem visões de demônios no local, mas como o exercito de Deus sempre vence, mas uma vez o Senhor nos deu a vitoria e muitos se reconciliaram. Agora o grande desafio é consolidar um Trabalho naquela Ilha.

No dia 18 de Dezembro de 2011 estivemos voltando lá com uma programação de natal, na verdade foi “ponta pé inicial” para o trabalho que vamos fazer lá, que será de reativarmos a igreja Assembléia de Deus de Jutuba. Levamos brinquedos, cestas básicas e uma ceia de natal para as 30 famílias de Jutuba, mas isso é apenas para mostra o amor que Deus tem por eles.


Durante o ano de 2012 pouco fomos até lá, mas em nenhum momento deixamos de orar por aquele lugar, passamos a direção do trabalho lá para o Pr. Joel, pastor da Assembleia de Deus em Outeiro, que já reformou todo o templo para iniciarmos o trabalho ali.

No dia 20 de outubro de 2012, fomos até lá com a segunda Escola de Missões Nação Belém, depois de algum tempo sem irmos até lá, foi quando o nosso coração se encheu de amor por lá e começamos a orar por lá com um novo sentido, o de sairmos do Templo Central da Assembleia de Deus, igreja onde nos congregamos hoje, e irmos pastorear aquele lugar por um ano, tempo que julgamos suficiente para consolidarmos um trabalho lá e deixarmos um líder dando prosseguimento à igreja.

Depois de recebermos a confirmação do Pai e copartilharmos com os membros no Ministério Nação Belém, vários membros compartilharam do mesmo sentimento, iremos todos juntos começar a igreja naquele lugar. Agora em janeiro o Pr. Joel de Outeiro, Pr. Kleber da Sacramenta, entre outros pastores estarão indo conosco para nos dar a posse espiritual em Jutuba, a partir desse dia, nós estaremos indo até lá todos os domingos realizando a Escola Bíblica Dominical com os que se reconciliaram, e um culto evangelístico pela tarde.


Sei que o desafio de reabrir uma igreja é muito grande, principalmente em uma Ilha, mas é o amor pelo Senhor que nos impulsiona a isso, quem quiser entrar nesse desafio conosco entre em contato comigo e vamos juntos nessa pelo Rei e pelo Reino.

Pr. Rodrygo Gonçalves
Pastor da ilha de Jutuba

domingo, 18 de novembro de 2012

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Como Interpretar e praticar a Bíblia Corretamente?

Parte da Igreja Evangélica não estuda a Bíblia como deveria. Por quê? As razões são varias. Rick Warren aponta pelo menos três: 
  1. As pessoas não sabem como estudar. 
  2. Elas não são motivadas. 
  3. Elas são preguiçosas – estudar a Bíblia é trabalho árduo, e não há atalho; é como qualquer outra coisa na vida que valha a pena! E, como a inconstância é uma das características de muitos brasileiros, o estudo da Bíblia fica para depois ou é realizado por razões e meios errados. 
Como então estudar corretamente a Bíblia? Henrichsen sugere 4 partes vitais. Confira: 

  • Observação – que responde a pergunta: “Que Vejo”? Aqui o estudante da Bíblia aborda o texto como um detetive. Nenhum pormenor é sem importância; nenhuma pedra fica sem ser virada. Cada observação é cuidadosamente arrolada para consideração e comparações posteriores. 
  • Interpretação – que responde à pergunta: “Que significa?” Aqui o intérprete bombardeia o texto com perguntas como: “Que significa estes pormenores para as pessoas às quais foram dados?” (Por que o texto diz isto) “Qual é a principal ideia que ele está procurando comunicar?”. 
  • Correlação – que responde a pergunta: “Como isto se relaciona com o restante daquilo que a bíblia diz?” O Estudante da Bíblia deve fazer mais do que examinar somente passagens individuais. Deve coordenar o seu estudo como tudo mais que a Bíblia diz sobre o assunto. A precisa compreensão da Bíblia sobre qualquer assunto leva em conta tudo que a Bíblia diz sobre o assunto.
  • Aplicação – que responde à pergunta: “Que significa para mim?” Esta é a meta dos outros três passos. Um especialista nessa área disse-o sucintamente: “Observação e interpretação sem aplicação é aborto” (...) A Bíblia é Deus falando. Sua Palavra exige resposta. Essa resposta tem de ser nada menos do que a obediência à vontade de Deus revelada.
 ________________________________________ 

  • WARRER, Rick. 12 maneiras de estudar a Bíblia sozinho. São Paulo: Vida, 2003, pp. 12.
  • HENRICHSEN, Walter. A. Princípios de interpretação da Bíblia. São Paulo: Mundo Cristão, 1997, pp. 8, 9.

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Sábado às 16h - Samaila Musa

Samaila Musa é nigeriano e nasceu em 1967. Ele tem servido ao Senhor desde os 15 anos de idade. Sua paixão é evangelizar muçulmanos e discipular os convertidos. Nos últimos 12 anos, recebeu um chamado de Deus para ministrar à Igreja Perseguida em seu país.

Ao longo de sua vida, teve diversas oportunidades de crescer academicamente, por isso, possui diversos títulos de bacharelado, dentre os quais se ressaltam cursos de teologia ministerial, evangelismo, liderança, entre outros.

Samaila nasceu em uma região da Nigéria (norte do país) onde a lei islâmica (sharia) era a ordem local. Na verdade, o Estado onde foi criado foi o primeiro a adotar a sharia oficialmente. Seus pais foram evangelizados por missionários ocidentais e sofreram perseguição, pois se converteram em uma comunidade fortemente muçulmana.

Um pouco depois de sua conversão, o próprio Samaila sofreu perseguição. Ele foi torturado e espancado por muçulmanos de sua escola que não aceitavam sua nova decisão. Ao longo dos anos de ministério, ele seguiu sofrendo perseguição, mas nunca desistiu de sua fé ou de sua missão de evangelizar muçulmanos.

Neste sábado às 16 horas ele estará conosco na Igreja Batista Missionaria da Amazônia (IBMA), não perca a oportunidade de ouvir-lo

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Sedução da Religião de Mercado

O pós-modernismo, o secularismo, o relativismo, e o pluralismo representam perigos tanto à propagação quanto à vivência autêntica da Palavra de Deus nesses dias turbulentos. Logo, a preocupação com as questões internas das próprias igrejas evangélicas não devem ser menor, muito menos desprezadas, como se não tivesse importância alguma.
É muito fácil relacionar vasta quantidade de ameaça interna que rondam a Igreja no Brasil. Os pressupostos dos referidos movimentos podem ser vistos em livros cristãos, jornais, revistas, programas de radio e televisão, etc., e o que é pior, no padrão de vida dos fiéis.
A própria igreja, em vários aspectos, tem seguido os pressupostos da sociedade pós-moderna. A pluralização, isto é, a expressão da liberdade de opção das pessoas frente à ilimitada oferta de produtos e ideias, faz cada vez mais adeptos entre o povo de Deus.
A privatização também tem galgado seu espaço, haja vista que preconiza que a criatura humana é livre para fazer o que bem entende. Outro perigo envolvendo a interpretação e aplicação bíblica é a sedução das cifras. E a mesma, de alguma forma, está ligada ao pluralismo.
O numericismo megalomaníaco parece ter se tornado uma prova cabal para legitimas o êxito da liderança e da igreja. Vale tudo para ter cifras: transforma culto em show, igreja em empresa, crente em cliente, sacerdócio em negócio, vocação em profissão, VERBO em verba, caráter em carisma... Não é sem motivo que Eugene Peterson em seu livro “Um pastor segundo o coração de Deus” compara muitos pastores a meros gerentes de lojas!
De fato, o vergonhoso mercado religioso do sensacionalismo, do imediatismo e consumo da fé tem ditado nossos conteúdos, redesenhado nossas motivações e metodologias e adulterado nossa pregação afastado-a da Palavra. O clima de competição/concorrência nas instituições eclesiásticas, diz o Dr. Zabatiero, favorece a mudança de motivação religiosa do povo.
Pr. Rodrygo Gonçalves
_______________________________________
 o   Chagas, José Roberto O. Curso de capacitação Teológica. Editora Kenosis, 2011
 o   Souza, Luís Wésley. “Uma igreja sem o propósito da pureza e da santidade”. In: BARROS, Jorge H., op. Cit., p. 94.
 o   Zabatiero, Júlio P. T “Novos desafios da leitura bíblica contemporânea”. In: Kohl, M.W & Barros, A. C, (orgs). Ministério pastoral trans formador. Londrina: Descoberta, 2006, p. 13.

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Identidade (Retiro 2012)



Nestes dias temos encontrado uma juventude perdida na busca da felicidade; a ditadura da felicidade tem nos roubado a simplicidade de encararmos nossos conflitos e frustrações, percebendo assim como Cristo nos disse que teríamos “aflições”, portanto o bom ânimo, o “contentamento”, a gratidão tem se ausentado levando a gente a ignorar tristezas, medos em favor de um ser “super crente”, santíssimos, que não entende que é pela graça, misericórdia e amor que podemos resolver nossos conflitos e frustrações.

Muitos cristãos anulam sua fé em Deus por falta de Identidade Cristã. Não conseguem encarar seus problemas e pecados para resolver seus conflitos e frustrações, mascarando-os espiritualizam o “inespiritualizável”, não conseguem crer na graça, na misericórdia e no amor do Pai.

Depois de congresso em que o Deus nos despertou para sabermos qual é a nossa Identidade, saímos com a certeza de que fomos ministrados pelo Senhor, mas também  de que ainda há mais sobre esse assunto para ouvirmos do Pai.

Chegou a hora de ampliar isso, entender o que nos impede viver aqui que Cristo nos ensinou e viveu, o que aconteceu no meu do caminho que nos impediu e/ou impede de sermos que o Deus nos Chamou para sermos. Ele quer responder perguntas que desde o nascimento do pecado ficaram sem respostas. Taz como “quem somo?”, “para onde vamos?”. Ele quer nos dizer quem Ele quer que sejamos.

Pr. Rodrygo Gonçalves 

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

2ª Escola de Missões Nação Belém

Estamos nos aproximando da 2ª edição da Escola de Missões Nação Belém, esse anos a escola vai do dia 24 de Setembro ao dia 31 de Outubro, Com temas diversos e professores com muita experiência com missões, mas nosso grande diferencial são os práticos, pois quem organiza os práticos são os alunos. Nosso intuito e ensina-los a organizar eventos evangelísticos, saírem desta escola preparados para liderar missões, não apenas participar. 

Os práticos vão acontecer nos finas de semana. O primeiro pratico será coordenar um sopão pelas ruas de Belém. O segundo será levar os que quiserem sair da rua no trabalho do sopão para o centro de recuperação Gente Livre na cidade de Salinopolis, alem de levar os moradores de rua, os alunos ficaram com o contato para adotar esse centro não só para levar pessoas, mas para ajudar financeiramente e espiritualmente esse centro. 

O terceiro pratico é bem ousado e desafiador. Na primeira edição da escola o terceiro pratico foi realizar um culto no CRPP (Centro de Recuperação Presidiário do Pará), mas conhecido com “Presídio do Americano”. Nesta Edição o Senhor nos trouxe uma palavra de que este pratico seria no Círio de Nazaré, por isso mudamos a data inicial da escola para que se encaixe na data do Círio, não vamos evangelizar, pois não seremos bem recebidos, os católicos iram se sentir ofendidos, mas vamos conscientizar a igreja de que isso só vai mudar quando começarmos a orar, clamar e chorar pela nossa cidade, para que os seus olhos sejam abertos. 

O quarto prático será em uma comunidade ribeirinha. Jutuba é uma Ilha que pertence a Belém, mas exatamente ao distrito de Outeiro, fica à uma hora de Barco saindo da orla de Icoaraci, é uma comunidade que tem apenas 30 famílias e cerca de 100 habitantes. Até Agosto deste ano a única igreja que existia lá é a Igreja Católica, quando a partir do trabalho feito na ultima escola de missões conseguimos abrir uma igreja Assembleia de Deus naquela ilha, o desafio é consolidar a fé dos irmão e evangelizar os que ainda não se decidiram. 

Na edição passada tivemos apenas quatro práticos, nesta edição criamos um quinto prático, que será organizar um seminário de missões em um final de semana. O intuito é ensinar os alunos repassar o que aprenderão, além de proporcionar as pessoas, que por algum motivo, não poderão participar da escola a oportunidade de aprender um pouco daquilo que ensinamos na escola de missões. O seminário, que esse será apenas o primeiro, terá um pratico que será organizado pelos alunos que seria uma visita a comunidade ribeirinha de Jutuba. 

Para finalizar a Escola de Missões os alunos farão um TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) que será fazer um planejamento evangelístico de conquista de um local que Deus vai por no coração dos alunos, pode ser um bairro, uma comunidade ou outro lugar, após essa Escola o desafio que daremos aos alunos é botar em pratica o planejamento feito no TCC. 

Essa Escola nasceu com intuito de transmitir aquilo que Deus tem nos dado. Nosso sonho é ver a cidade de Belém e região metropolitana totalmente rendida aos pés do Senhor Jesus. 

Rodrygo Gonçalves 
Pastor do Ministério Nação Belém

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Congresso Jovem 2012 - Identidade

Lideranças se mobilizam e esperam mais de 10mil jovens durante os dias de congresso.

Identidade foi o tema escolhido para o Congresso da Missão Jovem 2012 da Assembleia de Deus em Belém, que acontece nos dias 7 e 8 de Setembro, no Centenário Centro de Convenções e Templo central da Igreja-mãe. O congresso tem a finalidade de reunir e fortalecer jovens de todos os bairros da cidade, bem como promover o tema.

Nas reuniões o que deve predominar é a forma jovem de adorar: músicas, teatro e grupos de dança vão se revezar para levar os milhares de participantes a louvar. E no dia 7 de setembro, dia da independência e da abertura da programação, uma apresentação surpresa será feita pela mesma equipe que promove as evoluções das festas de aniversário da igreja. “Vai ser impactante e inédito”, garante Madá, coordenadora do Congresso.

As ministrações da palavra ficam por conta dos jovens pastores Philipe Câmara (São José dos Campos, SP), Júnior Souza (Bola de Fogo), e Davi Riker do Ministério SER – Sexualidade e Restauração. O cantor Wilian Nascimento, também é uma das presenças confirmadas.

Outro ponto de destaque na programação é participação do Coral Jovem que nesta edição do congresso deve reunir cerca de 2mil vozes. Os ensaios estão acontecendo há meses em diversos pontos da cidade ao mesmo tempo. A sintonia deve ser comprovada nos dias de evento.

A data está marcada para daqui a dois meses, mas já é possível conferir o clima de celebração nos pré-congressos que devem acontecer a cada sábado de agosto em diferentes bairros. No dia 11 a reunião é no bairro Guamá; dia 18 no Templo Central com jovens de toda a Belém; dia 25 é a vez dos Bairros Benguí e Terra Firme; e no dia 1º de setembro, Telégrafo e Barreiro se encontram na Rua do Fio. Vale lembrar que uma grande vigília em prol do Congresso vai ser realizada no Templo Central, dia 10 de Agosto.

Na coordenação geral do evento e da Missão Jovem, Pastor Kleber Almeida acredita que a identidade dos jovens de um modo geral tem sido distorcida, dentro e fora da igreja. Para ele, muitos tem se deixado levar por conceitos errados se distanciando dos verdadeiros referenciais de moral, sexualidade, e espiritualidade. “Precisamos resgatar nossa identidade protestante e nos impor, mostrar o que somos em Cristo e contestar o que é errado. É possível ser jovem cristão e viver bem com a igreja e com a sociedade”, afirma. Vale a pena conferir!

Informações sobre o Congresso Jovem 2012
(91) 9914-0570 | 8236-7319 – Madá

Por Mikellen Ferreira

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Jesus Cristo: O Maior Homem de Toda a História da Humanidade


Há mais de (...) 1900 anos existiu um homem cujo nascimento contrariou as leis biológicas. Ele viveu em pobreza e cresceu na obscuridade. Não fez extensas viagens. E só uma vez cruzou as fronteiras da terra onde viveu. Isso ocorreu na infância, quando teve que fugir de sua pátria.

Não possuiu riquezas, nem exerceu influência na sociedade. Seus familiares não eram pessoas de projeção, não tinham muita instrução, nem alto grau de escolaridade.

Quando ainda era bebê, perturbou um rei; quando menino deixou perplexos alguns doutores. Já adulto, dominou o curso da natureza, andou sobre as ondas como se fosse terra firme e fez o mar aquietar-se. Curou multidões sem o emprego de medicamentos e não cobrou nada por seus serviços.

Não escreveu nenhum livro e, no entanto, nem todas as bibliotecas deste país poderiam conter os livros que já foram escritos a seu respeito.

Nunca compôs uma música, e, no entanto tem sido tema de hinos e corinhos cujo numero ultrapassa todas as outras músicas somadas.

Nunca fundou uma faculdade ou seminário, mas o total dos que estudam seus ensinos é muito maior do que a soma de todos os alunos de todas as escolas.

Nunca comandou um exército e nem convocou um soldado, nem disparou um fuzil. E no entanto nenhum outro capitão contou com o maior numero de voluntários que, sob suas ordens, fizeram rebeldes baixar as armas e render-se a eles, sem dar um tiro.

Nunca praticou a psicologia, mas tem dado alívio a mais corações aflitos que todos os medicou juntos.

Uma vez por semana, o comércio fecha as portas, e multidões de fieis se encaminha para reuniões de adoração, onde lhe prestam cultos.

Grandes estatísticas da Grécia e Roma surgiram no cenário mundial e depois caíram no esquecimento. No passado, tivemos grandes cientistas, filósofos e teólogos, e também estes foram esquecidos. Mas o nome desse homem permanece cada vez mais lembrado.

Embora já se tenha passado quase dois mil anos desde que foi crucificado, Ele ainda está vivo. Herodes não consegui destruí-lo. O túmulo não pode detê-lo. Agora Ele – O Cristo vivo, nosso Senhor e Salvador – se encontra no pináculo da glória celestial, exaltado por Deus, reconhecido pelos anjos, adorado pelos santos e temido pelos demônios!
George R. Foster (conhecendo a Jesus Cristo) pp 9,10

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Drogas aprovadas e famílias desestruturadas


clip_image002[4]No mês de maio de norte ao sul do país tivemos várias manifestações em prol da descriminalização da MACONHA.
Autorizadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), as marchas pela legalização da maconha acontecerão em 33 cidades brasileiras em maio.
Em algumas cidades o refrão se repetiu:

"Ei, polícia, a maconha é uma delícia" e "maconha é natural  big-mac é que faz mal".
Atualmente, encontra-se prestes a ser julgado no STF o Recurso Extraordinário (RE) 635.659, que deverá definir se a proibição do uso da maconha é constitucional. Caso a matéria seja julgada inconstitucional, será o primeiro passo para a descriminalização.
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso já tinha esse discurso “Pode-se descriminalizar o consumo, deixando o usuário livre da prisão. As experiências mais bem-sucedidas têm sido as que vêm em nome da paz, e não da guerra:” [1].
Quando se recomenda a descriminalização do consumo da maconha, deixando a mesma de ser ilícita para tornar-se lícita, sem dúvida, aumentará a estatística dos viciados em decorrência da permissividade.
Está mais do que provado que a maconha é a porta de entrada para outras drogas.
Ano passado recebi pelo carreio, uma carta de um viciado que estava cumprindo pena em um dos presídios aqui da região. Era uma carta manuscrita de quatro páginas. Esse jovem me pedia para ler a sua carta para toda a igreja, não o fiz, julguei ser muito pesada, me arrependo, devia ter lido.
Lembro-me do seguinte apelo:
“Jovens não se iludam com o baseado [maconha], ela é a mais poderosa de todas as drogas, é o portal para o inferno de tudo que as drogas podem fazer com vocês”.
Conforme relatam as pesquisas, a maconha aumenta o risco de transtornos mentais, especialmente esquizofrenia[2]. Infelizmente pude comprovar essa triste realidade na vida de um primo da família.
A maconha piora o desempenho na escola e diminui a motivação dos jovens quanto aos seus ideais e futuro.
Todos sabem que as drogas ilícitas são nocivas à saúde, mesmo as “lícitas”, como o álcool e o tabaco.
Não “punir” o usuário de drogas mais “leves” mesmo que não roubem ou matem, é institucionalizar o tráfico no seu primeiro degrau.
A Bíblia diz sobre esse tipo de aprovação:
Ai dos que ao mal chamam bem e ao bem, mal; que fazem da escuridade luz e da luz, escuridade; põem o amargo por doce e o doce, por amargo! (Isaías 5.20).
A questão das drogas é um problema que envolve muitas causas, não querendo desconsiderar todas elas, quero ressaltar a questão familiar. Um fator de risco principal para a dependência química é a ausência da mãe em quantidade de tempo e a do pai em qualidade.
A família é o fator crucial para a prevenção das drogas, quando a família vai mal, os jovens estarão mais suscetíveis a suprirem suas carências com outras fontes, e as drogas é uma delas.
A Bíblia diz:
“Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.” Provérbio 22.6.
Entendo que esse princípio bíblico deposita sobre os pais a responsabilidade de criar bem seus filhos, ter tempo com eles, serem sensíveis às suas necessidades, proporcionando-lhes oportunidades de uma vida saudável tanto no seio familiar, como na sociedade.
Pensando no conceito que o mundo tenta passar sobre a família, alguns alertam sobre a desestrutura dos lares, e outros infelizmente formam opiniões negativas de como devem ser os lares.
clip_image002Lembro-me dos Simpsons. As personagens de HomerMarge são bem típicas da realidade de muitas famílias. O pai “Homer” um tipo bonachão, inconsequente, “emasculado”, sem muita noção da vida e sem autoridade e respeito sobre os filhos. A mãe “Marge”, matriarca, tipo tranquila e séria, mas que não cumpre com suas obrigações de mãe, e assim como Homer, meio que alienada da realidade dos filhos. Infelizmente essa é a realidade de muitas famílias, marido e esposa não cumprindo suas funções, e os filhos sendo vítimas de lares desestruturados.
A Bíblia diz:
“Maridos, vós, igualmente, vivei a vida comum do lar, com discernimento; e, tendo consideração para com a vossa mulher como parte mais frágil, tratai-a com dignidade...”. (1ª Pedro 3.7)
Pesquisas relatam que a maioria dos usuários de drogas, são filhos de pais separados, ou de lares desestruturados, onde os pais não cumprem suas funções, não vivendo a “vida comum do lar”.
As drogas vão sempre existir, o combate principal contra elas, não é na sua estrutura de plantio, produção, fronteiras, tráfico e usuários, mas sim na reestruturação da família.
Só Jesus pode mudar essa situação, só Jesus pode reestruturar os lares. Em seu artigo Paul A. Jongeward, relata que a família esta desestrutura por que “Jesus Cristo é uma ‘Pessoa ausente’ na maioria dos lares ‘cristãos.’ A Sua presença e o Seu amor vivificadores foram substituídos por um padrão de costumes rigidamente imposto, mas, de modo geral, sem significado.[3] Jesus foi banido dos governos, das escolas, da sociedade e infelizmente até de algumas igrejas.
Para Reprovar as Drogas e Estruturar a sua Vida e Família, confie em Jesus Cristo, siga os seus ensinamentos e arrependa-se de seus pecados.
Deus te abençoe.
Grande abraço.
Eduardo Ferraz

[1] O Desafio das Drogas - Fernando Henrique Cardoso, O Estado de S. Paulo, 06/12/09.
Dra. Sigrid Terezinha C. Calazans, médica pediatra e voluntária na Comunidade Terapêutica Associação Rios de Água Viva em Ipatinga, MG, especializada em jovens dependentes químicos.
[3] Filhos Precisam de Pais. – “Jesus Está Em Casa?” Ed. Fiel. Pg. 16

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Dois Tipos de Sabedoria

Há dois tipos de sabedoria: a inferior e a superior. A sabedoria inferior é medida por quanto uma pessoas sabe, e a superior, pela consciência que ela tem do que não sabe. Os verdadeiros sábios são os mais convictos da sua ignorância. Desconfiem das pessoas auto-suficientes. A arrogância é um atentado contra a lucidez e a inteligência.

A sabedoria superior tolera, a inferior julga; a superior compreende, a inferior culpa; a superior perdoa, a inferior condena. A sabedoria inferior e cheia de diplomas, na superior ninguém se gradua, não há mestres nem doutores, todos são eternos aprendizes. que tipo de sabedoria controla sua vida?

Augusto Cury (O Mestre do Amor Pag. 15)

sexta-feira, 22 de junho de 2012

“E vos darei Pastores segundo o meu coração, os quais vos apascentarão com ciência e com inteligência.” Jr 3:15

Desde criança eu ouço minha mãe dizer que me consagrou ao Senhor quando ainda estava grávida de mim, ela juntamente com minha avó sempre profetizaram em mim. Eu venho de uma família de pastores, meu avô Pr. Miguel Couto é um guerreiro, largou a vida em Belém para ir à ilha do Marajó trabalhar pastorear ribeirinhos. Muitos milagres aconteceram em minha vida, eu era epilético entre outras coisas, mas o senhor me curou, não tenho duvidas de seu plano na minha vida.

Minha Adolescência foi toda na JOCUM (Jovens Com Uma Missão), lá comecei a me relacionar de verdade com Deus, Ele me encheu de amor por missões, daí não parei mais, comecei a evangelizar em comunidades ribeirinhas junto com as pessoas da JOCUM, entrei no Projeto ARCA (Associação de Recuperação de Crianças e Adolescentes) onde fiz um trabalho com moradores de rua de todas as idades, com meus 20 anos larguei tudo e fui para tribos indígenas Kikatêgê, Katuena, Tirió, Wai Wai, Caxuiana e Hixcariana e Matrinchã onde servi como missionário. Quando voltei tive a palavra de Deus para fazer missões na minha igreja (Templo Central da Assembleia de Deus), começamos um trabalho chamado MILO (Missões Locais), onde começamos a fazer sopão, tiramos mais de 20 pessoas da rua e levamos para um centro de recuperação em S. Miguel do Guama que fizemos convenho, abrimos uma igreja em uma comunidade ribeirinha em chamada Jutuba, fora os cultos no presídio da CRPP (Centro de Recuperação Prisional do Pará), mas conhecido como Americano. Hoje estou passando o cajado da MILO para o Mauricio, um dos membros do grupo, que dá continuidade ao trabalho.

Nesta segunda-feira dia 18 de junho de 2012 foi minha consagração, eu não queria esse titulo, pois o titulo afasta as pessoas da gente, mas o Senhor me chamou para liderar o povo para fazer missões, entendo a responsabilidade e o dever que recebi, quero honrar. Sei que para fazer sertãs coisas e necessário o “Pr”. Que o venha para abrir portas e não para fecha-las.

Pr. Rodrygo Gonçalves

sábado, 2 de junho de 2012

Culto da Igreja Perseguida


Neste Sábado dia 02 de junho será o Culto da Igreja Perseguida na Missão Jovem, será um tempo de oração, interseção e clamor pela igreja que esta em países onde o evangelho e proibido, também divulgaremos os missionários que são sustentados pela Assembleia de Deus. 

Teremos conosco a Miss. Ana Lucia que faz um trabalho no Norte da África. Você não pode ficar de fora dessa, vista-se de alguma nação ou compre uma de nossas camisa e venha as 19h para o Templo Central da assembleia de Deus. 
Rodrygo Gonçalves

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Conferencia de Missões: Participe!!!


Vou estar ministrando na sexta e no domingo, sobre Missões Urbanas, como a igreja deve fazer missões em Belém do Pará.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Natal no Centro de Recuperação Gente Livre

Este ano fizemos mais uma vez o natal no centro de recuperação Gente Livre.
Novamente juntamos padrinhos que doaram uma camisa, uma calça e uma sapato novo. Pela misericórdia de Deus demos a eles essa roupa de presente de natal.
Fizemos toda uma programação onde louvamos, brincamos e recebemos uma palavra d parte de Deus juntamente com eles.
Além da roupa proporcionamos a eles um banquete que surpreendeu até nossa equipe pois, Deus multiplicou o alimento de um forma extraordinária. 
Tudo que fizemos foi para gloria de Deus, queremos agradecer a todos que contribuíram com roupa ou com alimentos ou indo até lá.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Casamento na MILO: Anderson e Luana


A MILO tem a honra de ver dois bravos guerreiros de Cristo se tornando apenas um. Parabéns Anderson e Luana.
Neste sábado, dia 14 de Janeiro de 2012 foi celebrado a cerimônia de casamento, o primeiro casamento entre dois membros da MILO.
Para nós da MILO foi um prazer poder cantar, dançar e aplaudir... enfim, Deus esteve presente e a alegria contagiou nossos corações.
Anderson e Luana, como é bom ver e sentir o amor, a unção, a dedicação que voes tem para com as ovelhas desta terra. Ter vocês na MILO é aprender a si doar de coração aos que necessitam assim como eu vejo vocês fazendo, ter fé, ousadia, é viver Cristo. Acompanhamos o crescimento espiritual de vocês, e nossa, quanto vocês Cresceram!  Aguardo o dia em que poderei dizer a alguém: sabe aqueles missionários que foram pra áfrica? Pois é, eles começaram na MILO...

Rodrygo Gonçalves 

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Alcebíades Pereira de Vasconcelos e a Política Ministerial


Pastor Alcebíades Pereira de Vasconcelos  


O pastor Alcebíades Pereira de Vasconcelos (1914-1988), um dos grandes líderes das Assembleias de Deus em belém e no Brasil, foi pastor, missionário, teólogo, escritor, jornalista, articulista dos periódicos da CPAD, diretor do Departamento de Publicações da CPAD e ex-presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB).

Em 1981, quando liderava a Assembleias de Deus em Manaus, por ocasião da Convenção Geral, em resposta a uma entrevista ao Mensageiro da Paz sobre a seguinte questão: "Qual a maior necessidade da igreja hoje?", respondeu:
Sincera e biblicamente, creio ser hoje a maior necessidade da Assembleia de Deus no Brasil, mais do que nunca, arrepender-se e, ajoelhada, confessar a Deus o seu pecado de omissão evangelística! São 70 anos! É tempo demasiado para havermos evangelizado cada brasileiro! E o que fizemos? Praticamente nada, em face da ação evangelística descrita nos textos de Atos 1.15; 2.4; 5.28; 6.7; e 21.20, e Colossenses 1.6, 23, pois é notório que a rigor ainda não evangelizamos qualquer cidade brasileira do modo feito em Jerusalém, conforme Atos 5.28. Que resta por realizar? É a evangelização do nosso povo que está ainda por fazer! O que ameaça o seu progresso? Infelizmente reconheço que é a política ministerial que se tem convertido num autêntico opróbrio à nossa igreja, despreparando-a para o Arrebatamento, que se avizinha (ARAUJO, Israel de. Dicionário do Movimento Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, 2007, p. 895)
Depois de 30 anos desta declaração feita pelo pastor Alcebíades Pereira de Vasconcelos, em pleno ano do Centenário, a realidade é ainda mais assustadora. 

Para onde caminhamos nós enquanto denominação evangélica? Poderemos escapar da morte na areia suja e movediça da política ministerial?

É tempo de clamar, a começar por nós obreiros e líderes: "Salva-nos Senhor!"