sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

120 anos da Primeira Igreja Batista do Pará


Os Batistas Paraenses estão em festa, e preparam o seu calendário para comemorar seu 120º aniversário da Primeira Igreja Batista do Pará, fundada em 1897 pelo missionário sueco Eurico Alfredo Nelson, conhecido como o “Apóstolo da Amazônia”, sendo ela a Primeira Igreja Evangélica da Amazônia. As comemorações acontecerão no período de 2 a 5 de fevereiro do ano em curso, no seu templo, situado na Avenida Assis de Vasconcelos, 817, em frente à Praça da República. Para este aniversário serão convidadas autoridades civis e militares, instituições religiosas, além da participação do grande coral de 120 vozes formado especialmente para esta ocasião e acompanhado da orquestra da igreja, Coro Jovem Canto e Companhia, Banda Libertos dentre outros convidados. O tema central das conferencias será “Há 120 anos proclamando a verdade”, tendo como conferencista o Pastor Jilton Moraes, de Vitória/ES.
As Celebrações do 120º aniversário serão abertas ao público com a presença das igrejas evangélicas de Belém e interior do Estado do Pará, e com a expectativa de receber cerca de 3.000 participantes com apoio de diversas instituições, com grande veiculação e visibilidade, alcançando pessoas de diversos lugares por meio de TV, rádio e jornais com as seguintes atividades:
DIA 22/02 (Domingo)  – 10h15 –  Culto com a abertura da Jornada de Leitura da Bíblia toda em 120 horas.
DIA 29/01 (Domingo)  – 08h30 –  Caminhada com a saída da Escadinha do Cais do Porto (Estação das Docas) relembrando a chegada do missionário nesta grande metrópole seguindo até a sede da Primeira Igreja Batista do Pará.
DIA 02/02 (Quinta-feira)  – 09h –  Casamento Comunitário de Legalidade Civil no Salão Karajás do Hotel Princesa Louçã.
                                        – 15h –  Sessão Especial na Câmara Municipal de Belém pelo Dia Municipal da Igreja Batista e entrega da Comenda Eurico Alfredo Nelson.
                                 – 19h30 –  Abertura Oficial das Conferências dos 120 Anos da Primeira Igreja Batista do Pará e posse do pastor presidente David Bowman Riker, no Templo da igreja.
DIA 03 e 04/02 (Sexta-feira e Sábado)  – 09h –  Ação Social e Cidadania com atendimento à comunidade com médicos, emissão de documentos e outros serviços, no templo da igreja.
DIA 05/02 (Domingo)  – 10h15 –  Culto com a participação das Congregações da igreja.
                                      – 19h –  Celebração de Encerramento das Conferências, no templo da igreja.

Fonte: http://pibpa.org.br/essential_grid/120-anos-da-pib/

domingo, 29 de janeiro de 2017

CRISTÃOS CÍCLICOS


Porque inúmeros cristãos vivem continuadamente um processo cíclico de espiritualidade de caírem nos mesmos pecados, se arrependem e se levantam, em seguida, caem nos mesmos erros, se arrependem e se levantam, novamente, cometem os mesmos delitos, se arrependem e se levantam? O povo de Israel na peregrinação do deserto foi o grande exemplo dessa espiritualidade cíclica, onde rodavam, rodavam e sempre retornavam ao mesmo ponto ao longo de 40 anos.

Esse cenário nos faz lembrar do nosso sistema hidrográfico, pois vemos claramente que o movimento das águas é cíclico e continuo, ou seja, sempre voltando para o mesmo ponto inicial. Alimentados pelas chuvas ou derretimento da neve ou das geleiras, os rios, por sua vez, contribuem para unidade do ar com a evaporação de suas águas. A partir dessa evaporação as nuvens são formadas, que são muitas vezes carregadas pelos ventos até os continentes, onde caem sob a forma de chuva ou de neve. No continente se formam os rios, que geralmente seguem até o oceano dando início ao mesmo processo cíclico que se repete vez após vez.

De acordo com II Coríntios 3:18 - Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor. Veja que o cristão está envolvido num processo dinâmico de uma transformação progressiva, ou seja, o relacionamento santo, íntimo e verdadeiro com Deus nunca nos deixa da mesma forma que antes, pelo contrário, nos projeta para sermos conformes a imagem de Jesus, o Filho de Deus!

A vida cristã não é um ciclo litúrgico enfadonho e nem uma rotina banhada pela mesmice de práticas religiosas mortas, na verdade, a vida cristã é como descrita em Provérbios 4:18 - 
"Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito".

Pr. Marcelo Carvalho